Sexta-feira, 12 de Maio de 2006

Era uma vez...

"Meninos quero que me escrevam algo sobre todos estes anos da vossa vida!"

E assim fiz...e aqui está o que escrevi...

O interessante é vermos como a vida muda mesmo...e que "Por vezes aprendemos mais numa semana do que em anos!"...Como entretanto a vida já mudou...

 

 

 

Era uma vez um homem e uma mulher que, de certeza, se amavam muito...

Ele, alto, magro, bastante mais velho que ela, e que adorava comer pão com marmelada e queijo, chamava-se Afonso...nome de rei!

Ela, alta, cabelo encaracolado, olhos sinceros, chamava-se Margarida!

Conheceram-se não sei quando, não sei onde, não sei como...mas apaixonaram-se...entregaram-se um ao outro e nasci eu...nasci grande, diz a minha mãe... "Eras comprida...".

Acho que o Amor se foi perdendo...não sei se foi o Amor...não sei se foi o respeito...talvez o carinho...a paciência...a verdade é que algo se perdeu...e ele saiu de casa! Lembro-me muito bem desse dia e...meu Deus, como as crianças são ingénuas...disseram-me "Sara, o pai vai para Lisboa!" e eu...pedi que me trouxesse uma prenda! A verdade é que ele voltou no dia a seguir com uma caixa enorme de canetas!

O tempo passou...a vida continuou...até que um dia o meu pai morreu...

Acho que senti isso, mesmo antes da minha mãe me contar...Sei que existe algo que na realidade nos faz sentir quando alguém que amamos parte...

Nesse dia tive uma enorme vontade de falar com ele...tinha de lhe telefonar...Lembro-me como se fosse hoje...

Era o último dia de aulas do 4º ano...recebemos uns Diplomas e estávamos todos muito crescidinhos...íamos entrar finalmente na escola dos grandalhões...pedi logo à minha mãe para ligar ao pai...eu tinha de lhe contar porque ele ia ficar muito orgulhoso da sua filha mais nova já estar tão grande...e e eu sei que estava...e sei que hoje ainda está!

Custou-me...durante muito tempo não soube como lidar com o facto de não ter pai...de saber que ele tinha partido para longe de mim...para um sítio sem volta...mas há medida que fui crescendo fui tornando isso em algo positivo...sei que ele tem estado lá em cima a olhar por mim durante todos estes anos...tem visto todas as minhas asneiradas ao longo da vida...e tenho a certeza que tem tido orgulho de mim com as minhas conquistas!Tem rido e chorado comigo...e até acho que de certa maneira me protege de todos os ventos maus!

Há bem pouco tempo foi o dia do pai...tive saudades...saudades daquelas alturas em que corria para ele com aqueles presentinhos que o jardim de infância fazia com que nós fizéssemos sempre...e lhe dava um grande abraço! Não me lembro de lhe ter dito que o amava...e isso durante muito tempo fez com que o coração doesse...o facto do meu pai ter partido sem ter ouvido da minha boca o que me ia no coração! Mas pela primeira vez de todos os dias do pai que se passaram depois da sua partida...não chorei...não senti raiva...não senti revolta...Acho que pela primeira vez transformei a partida dele em algo de positivo...em alguém que está sempre perto...sempre a proteger-me e que sabe e ouve todas as noites o meu coração a dizer que o ama! Sinceramente acho que...cresci!

Hoje volto a sentir o mesmo que naquele último dia de 4º ano...estou no fim do 12º ano...e vamos finalmente todos entrar na escola dos grandalhões...mas desta vez é diferente...desta vez vamos sozinhos...cada um para o seu lado...sem pais...sem irmãos...sem professores que foram nossos professores durante anos e que de certa maneira acabam por ser nossos alicerces...meu Deus...quem é que me vai ouvir quando eu chegar a casa chateada por um teste me ter corrido mal? Quem é que me vai ouvir quando eu chegar a casa triste por me ter aborrecido com um amigo meu?Não há mãezinha para levar à escola...não há mãezinha para dar apoio...ai como tudo isto assusta!

Vivi momentos muito bons aqui...momentos menos bons...momentos maus...mas todos eles foram importantes...todos eles especiais...e sinceramente não apagaria nada na minha vida...nem os meus erros...porque foi com eles que aprendi...com os meus erros tentei melhorar-me a mim própria...com os momentos maus aprendi a dar valor aos momentos bons...porque se pensarmos bem...se na vida apenas existissem momentos bons nunca lhes saberíamos dar o devido valor...

Sofrer faz bem...doer faz bem...faz-nos crescer...e como eu sinto que cresci...

Cresci...Cresci e passei a dar mais valor à vida...a todas as coisas...às mais pequenas coisas...porque a vida é tão bonita!!!Todos os amanheceres...cada novo dia é uma benção na nossa vida...e pôr do sol...uma conversa com os amigos...um abraço...um colo amigo...um dia de chuva e todos tancados dentro de casa...Tudo isto aprendi com todas as pessoas que têm feito parte da minha vida durantes todos estes anos!!

Houve uma pessoa na minha vida que me mudou bastante...o César!Acho que me perdi totalmente com ele...ele exigia demais de mim...exigia que me afastasse dos meus amigos...chateava-se com tudo...nunca tive nenhuma fase na minha vida tão instável...tão frágil...até que ele tomou a decisão certa e resolveu acabar com uma situação que já estava terminada há muito tempo!Éramos diferentes...mas amámo-nos, sei disso...acho que ele me amadureceu bastante...fez-me sair do mundo dos príncipes e das princesas...tornei-me mais realista...menos crédula...mas acima de tudo tornei-me mais eu!Porque afinal toda esta caminhada serve para nos encontrarmos verdadeiramente, não é?

Fui magoada...mas sei que também magoei bastante...talvez porque as relações são assim...é impossível tal não acontecer...e ainda bem porque se assim fosse seria tudo tão monótono...não dava para se fazer as pazes...e fazer as pazes é tão bom!

Aprendi a perdoar...perdoei...fui perdoada...

Tantas outras pessoas mexeram cá dentro...

A Joana...acho que não poderia não falar nela ao recapitular todos estes anos da minha vida...não posso dizer que não gosto dela como muita gente pensa que sim!Não posso dizer que não me importo com ela como muita gente pode pensar que sim...porque eu gosto dela...ao longo de todos estes anos acho que fomos criando uma relação, que não é das melhores...das mais amigáveis, mas que acaba por ser forte...somos muito diferentes!Já ouvi várias versões de várias pessoas... "Vocês dão-se mal porque são muito parecidas!"...mas eu acho que não...eu quando olho para a Joana apenas consigo ver nela a mesma força, determinação, coragem e sonho de podermos mudar o mundo...mas temos maneiras bastante diferentes de ver esse mundo que nos rodeia!A Joana serviu sem duvida para eu amadurecer bastante...muitas vezes não soube fazer-lhe frente...mas ajudou-me de uma maneira crucial a encontrar-me a mim propria!

A Milene...a Milene é alguém que sinceramente me magoa bastante! Gosto dela...gosto muito dela...e sinto por ela um carinho muito, mas mesmo muito especial...sinto-me de certa maneira responsável por ela...sinto-me como uma mãe para ela e...acabo por o ser na realidade! A Milene faz asneira e a Sara dá-lhe um sermão...a Milene tem um problema vai à Sara para o resolver...a Sara é a mãe!Mas quando disse que a Milene era alguém que me magoava bastante foi no sentido da falta de sensibilidade dela para comigo...isto é...ela por vezes esquece-se que eu também sou uma adolescente com todos os seus traumas...problemas...que tanbém stresso quando me aparece uma borbulha mesmo no meio da testa no dia em que ia ter com o meu namorado...que também stresso porque me deitei tarde...que também stresso porque me chateei com o namorado...porque perdi a novela...e por todos aqueles motivos que costumam deixar os adolescentes de rastos...porque ela vive concentrada nela própria! Bolas...eu sei que ela tem um problema crucial...grande...e provavelmente sem resolução aparente..mas sempre lhe deu todo o apoio...sempre fui o refúgio dela para todas as situações...sempre estive disponível...sempre larguei todas as minhas coisas para lhe dar o meu ombro quando ela pensava que todo o mundo se estava a desmoronar...e eu já senti o meu desmoronar e ela "já ter coisas combinadas"!Gostava que ela agarrasse no problema dela...e ganhasse garra...lhe desse força para enfrentar a vida...transformar algo em positivo...porque a vida tem-me mostrado que não pára por nós termos vontade de a fazer parar...ela continua, sempre...segundo após segundo...minuto após minuto...e nós deitamo-nos na cama que fazemos!Mas continuarei sempre aqui para ela...

A Raquel...gosto muito dela...já nos magoámos várias vezes...já erramos várias vezes!Mas acho que crescemos bastante as duas nestes últimos tempos...sinto que estamos a investir novamente na nossa relação...de uma maneira mais saudável...madura...e acima de tudo...sincera!E quero mesmo muito que ela seja feliz!!!

O Arturzinho e o Pedro...a discussão que tivemos este Verão e o facto de termos feito as pazes fez-me dar o valor devido a amizade...as verdadeiras amizades não acabam...apesar dos amigos de vez em quando se magoarem!Mas também só se magoam porque se interessam uns com os outros!

O Cândido...a minha relação com o Cândido começou tão mal!!!Lembro-me perfeitamente que não gostava nada dele!O Cândido era o encanto da malta...principalmente das raparigas...mas eu não simpatizava com ele, e sei que o sentimento era recíproco!Aos poucos fomo-nos aproximando...fomo-nos conhecendo e hoje ele é o meu melhor amigo!Foi alguém que realmente nunca me faltou...sempre ali...nos momentos bons...nos momentos menos bons!Talvez ainda venha a ser o padrinho dos meus filhotes!

Por falar em padrinhos...não poderia deixar de falar na Pipinha!A Pipinha foi alguém que sempre esteve na minha vida...quando éramos pequenas fizemos uma promessa..."Vamos ser a madrinha de casamento uma da outra!" e ainda hoje levamos essa promessa a sério!Andei no infantário com ela...no colégio Algarve e encontrei-a novamente em Almodovar!Pela Pipa sinto algo mesmo de manas...aquele amor que sabemos que vai existir sempre, sabe? Nunca fui para casa chateada com ela e não me lembro de nenhuma vez que as nossas discussões não tenham acabado em risotas e abraços! Enfim...manas!

O Renato foi também uma pessoa que sempre me impressionou bastante...tenho muito orgulho nele!Por vezes irrita-me a dificuldade que ele tem em reconhecer que errou e que não sbe (isto com os professores!) porque acho que as pessoas devem ser humildes...mas ele sem ser nisso...sempre foi uma pessoa muito humilde, calma, sempre em paz...e, na minha opinião, o responsável pela pacificação de inúmeros conflitos que têm surgido na nossa turma!Para mim ele é um exemplo de força...porque sei que a vida dele também não tem sido um mar de rosas...no entanto ele tem garra...ele luta...e tem uma dedicação a 100% à escola...ao seu futuro...não deixando os seus amigos de parte!Gosto dele...e quero que ele seja muito feliz!

O Miguel...o Miguel tem sido uma pessoa espectacular comigo...faz-me sentir bem a todos os níveis, uma vez que me deixa fazer a minha vida...respeita-me...gosta dos meus amigos e não implica por eu falar com este e com aquele!Tem sido um contributo muito importante para mim e ajudou-me a reconstruir...apareceu na altura mais frágil da minha vida...e foi juntando os meus bocadinhos...fortalecendo-me...meu Deus!Como ele teve paciencia para me aturar!Fez-me acreditar no Amor novamente...pode tudo terminar...talvez quem sabe?Só Deus...mas eu sei que ele existe porque sinto isso com ele...quem ama dá espaço e prende ao mesmo tempo...como aquela história da areia..."Não devemos apertar demasiado senão a areia cai...nem abrir a mão totalmente senão o vento leva-a consigo...devemos deixar a mão semi aberta para a protegermos de todos os ventos e a deixarmos connosco na mesma!". É isso que o Miguel faz comigo!

Professora Ana Cristina...tem-me ensinado tanta coisa nestes, sensivelmente, dois anos que está na minha vida...admiro-a bastante...acho que qualquer dia resolvo abrir um clube de fãs dela!Mas principalmente gosto da maneira optimista que ela tem de encarar as coisas...ver sempre o lado bom...porque todas as coisas têm um lado bom...e às tantas nada acontece por acaso!Ensinou-me que quando olhamos para um copo nunca devemos dizer que "ele está semi vazio", devemos sempre dizer que ele está "semi cheio", positivismo, alegria, fé, esperança, Amor!

A minha mãezinha...durante muito tempo pensei que as relações com as mães eram assim como a que eu teho com a minha...mas à medida que fui crescendo, que me fui relacionando com os outros, percebi que não!A minha mãe é a pessoa mais importante do mundo para mim, e ela sabe dsso!Desde muito cedo ficámos sozinhas...só nós as duas...eu eela!Temos passado por tudo juntas e acho que isso nos uniu!Sou-lhe eternamente grata por todo o esforço que ela fez para me educar...para me dar tudo aquilo que eu precisei...por todo o carinho e dedicação...tudo o que sou hoje devo-lhe muito e especialmente...a ela!

Poderia falar de muitas outras pessoas...pois todas as pessoas que têm passado na minha vida me têm marcado e ensinado inúmeras coisas!o Fia, que respeita todos os meus dias não, a Lúcia, a Júli, a Sofia, o Marquinho, a minha avó e todas as suas crises, a Lina, o Igor, a Aninha, o meu primão emprestado, que sempre me tem ajudado, e por aí fora...

Sei que todos eles serão o meu porto de abrigo quando eu estiver no meio da tempestade...sei que quando me sentir perdida posso vir até vós para me encontrar...porque no fundo eu sou ees...sou um pouco de todos eles...a vontade de mudar o mundo da Joana, a maluquice da Raquel, a carência da Milene, os argumentos do Pedro, as piadas do Artur, o enrolar do cabelo da Ana, a determinaçõ do Renato, a calma do Marco, o Amor do Miguel, o carinho da minha mãe, o orgulho da minha avó, o riso da Lúcia, o sorriso da Juli, as filosofias do Cristiano, as conversas do Cândido, os medos do meu primo, os sarcasmos da Lina...sempre que eu não souber quem sou...basta vir até eles!


publicado por coraxaodemanteiga às 18:34
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Pegadas na Escuridão a 12 de Maio de 2006 às 22:13
Fiquei sem palavras... Abriste o teu coração e mais uma vez tocaste o meu... És uma miuda fantástica... Soubeste aproveitar todas as situações que a vida te proporcionou... Mesmo com os maus momentos aprendeste, cresceste e amadureceste! O que na minha opinião, é para isso que esses momentos servem. Por tudo isso, mas principalmente por tudo o que tu és adoro-te... Eu acredito que nada é por acaso e, por isso, não foi por acaso que os nossos caminhos se cruzaram... Nem imaginas como o meu coração fica preenchido ao conhecer pessoas como tu...

Ainda bem que te conheci :)

Beijos miuda fantástica


De AnaCristina a 19 de Maio de 2006 às 23:33
Princesa...
Sabes que tenho esta página aberta há dois dias para comentar este post?
Sabes que continuo sem saber o que vou dizer?
Depois de Mértola, foi óptimo agarrar-me à vossa turma mas agora tenho que desligar, tenho que me afastar e proteger-me.
Provavelmente, nunca irão perceber isto porque eu sou meio desligada, mas eu adoro-vos... cada um com a sua particularidade, cada um com a sua mania, cada um com o seu jeito.
Acompanhei a história do César e compartilhaste comigo coisas que não disse a ninguém, são só tuas! Tentei proteger-te! Ensinei-te a história da areia... e por isso mesmo vou deixar a mão semi-aberta, assim como vou deixar comida na gaiola... Os meus passarinhos vão voar mas podem sempre voltar para se alimentar numa louca sorridente...
Não vou dizer mais nada, mas senti escorregar uma lágrima...


De maninho a 22 de Maio de 2006 às 22:38
maninha... é impossível ficar indiferente ao ler isto... já te conheço há um tempinho mas agora eu percebi o quê foi a tua vida até hoje... confesso que fique arrepiado ao ler isto mas aprecio-te por teres conseguido escrever isto... afinal falas muito de emoções que não foram fáceis para ti... se eu já duvidava que eras forte... com isto confirmo-o... e sabes de uma coisa... o teu pai não é o único orgulhoso de ti... todos nós que gostamos imenso de ti estamos orgulhosos por seres aquilo que és agora! Continua assim mana! ADORO-TE IMENSO!


De jimbre a 23 de Maio de 2006 às 15:57
Pois Sara...Há cenas na vida que passam mas ficam sempre e foi a ler isto que me lembrei daquela noite...aquela noite em que nós em il fontes andavamos a passear quando junto comigo paras e olhas com uma cara de quem não queria acreditar com aquela cara de quem tinha vontade se clhar de chorar se calhar de rir...pois nunca te perguntei até hoje pork aquele momento foi tão ao quanto especial para ti cmo para mim que estava a teu lado a sentir a dor da tua perda...quando olhas-te para o fundo da rua e preplexa dizes: marisa é o meu pai...não quis acreditar e depois dizes logo de seguida: não pode ser já morreu...nesse instante percebi que eras especial que eras a amiga que queria ter para a vida inteira e que naquele momeno precisavas mais de mim do que eu de ti com aquees stresses...aqueles stresses ao qual tu respondias: fogo marisa como é posivél tu queres que o teu pai desapareça e eu que queria tanto o meu aqui...como é possivél...pois Sara ainda hoje não mudei de opinião mas tento não falar disso contigo pork irás sempre pensar como é possivel eu querer tanto o meu pai de volta e esta burra querer tanto que o dela desapareça...acontece Sara são poucas as recordações de momentos com ele e as que tenho sabes tão bem como eu que as dispensava...mas também te posso dizer esteja o teu pai onde estiver ele chora, ri, sorri, e principalmente está bastante orgulhoso com a filha que têm que não viu bem crescer mas tem a oportunidade de conseguir te ajudar por pensaento...ele sim é o teu deus juntamente com aquele em quem acreditas...Sabes que vou te acompanhar no teu sonho e acredito em ti...em ti por seres tu e tu e sempre tu a minha maninha do coração...a minha maninha linda que eu amo mt mt mt mt mt...bjs da tua amiga que poderás sempre contar


Comentar post

.um pouco de mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


.a sonhar agora...

. Sempre...

. ...

. ...

. Felicidade hoje...

. Quando...

. Por vezes...

. Se eu não gostar...

. És aquela...

. Dia muuuuuuito sim...

. Para a vida...

.sonhos guardados...

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.Estou a ouvir...

James Blunt - You're Beautiful

www.Song2Play.Com

blogs SAPO

.subscrever feeds